Tipos de suco: benefícios e perigos


Você é amante de sucos e refrescos? Hoje em dia as opções são diversas e agradam todos os públicos, seja por questão de sabor, preço ou praticidade. Porém você sabe identificar as características de cada um?


Independentemente do tipo de suco, é importante saber dosar a quantidade na hora do consumo. De acordo com a Ministério da Agricultura, só é caracterizado suco quando é feito 100% de maneira natural.



Para nutricionistas e especialistas de alimentos, o ideal é que se equilibre o consumo de sucos juntamente com a refeição. Buscar combinar frutas, água e sucos juntamente com as refeições, é a melhor maneira de fazer isto.


Tipos de suco


Natural: O suco natural, como já dito acima, é quando o suco é totalmente retirado da fruta. Essa é a forma mais saudável possível de se fazer a bebida. Isso se deve pelo fato de, quando retirado diretamente da fruta, o suco contém mais enzimas e nutrientes frescos.


O recomendado é que seja consumido já nos primeiros 30 minutos após a extração, e pode ser adicionado gelo na hora de beber. É ideal também que não se exagere, pois os nutrientes são absorvidos mais lentamente, gerando uma falsa impressão de fome, podendo facilitar o processo de ganho de peso.


Polpa: Espremer a fruta e preparar o suco de maneira natural pode ocupar muito tempo e, durante o dia a dia, pode ser difícil de encaixar um tempinho na agenda. Uma boa solução para este caso, é o suco de polpa.


É uma forma mais prática de se manter o suco o mais natural possível, onde cerca de 70% dos nutrientes são conservados (pode variar de acordo com cada fruta), mas para isso, o ideal é consumir sem adição de açúcar.


De caixinha: Este é um tipo de refresco que mantém pouco da integridade da bebida, possuindo apenas cerca de 30% da naturalidade original.


Outro fator negativo é a presença do açúcar e conservantes são extremamente altas nesta modalidade de suco. Além disso, alta concentração de sódio também é alarmante.


De saquinho: Essa é a opção de refresco que se caracteriza como a mais prática. Porém, seu valor nutritivo é extremamente baixo, onde apenas 1% da sua composição é natural.


Rico em conservantes, corantes, aromatizantes e muito açúcar, apesar de um sabor agradável, sua química é uma receita perigosa para a saúde.


Caso tenha dúvidas sobre como seguir uma alimentação equilibrada e qual o melhor tipo de dieta para você, consulte um de nossos nutricionistas. Oferecemos até 70% de desconto nas melhores clínicas. Clique aqui e saiba mais.

52 visualizações0 comentário