Estiramento muscular: você já teve?


Algumas vezes podemos passar por momentos que forçam nosso corpo além do limite que podemos suportar. Isso pode acontecer por diversos fatores e com todas as pessoas em algum momento da vida.


O estiramento muscular é uma dessas condições que são comuns de acontecer, principalmente para pessoas que tem uma vida esportiva ativa, praticando atividades físicas regular e até excessivamente.


O estiramento ocorre quando o músculo estica além do seu limite, causado pela força excessiva em algum movimento específica, ocasionando na ruptura de fibras musculares.



Causas e Sintomas


Suas causas são quase sempre originadas da prática de algum esporte, como corrida, futebol, vôlei, etc. Também pode ser ocasionado por movimentos bruscos, prolongados e intensos.


Alguns sintomas específicos podem indicar quando o estiramento ocorre em algum músculo. Os principais são:


• Dor intensa no local; • Perda de força; • Diminuição de movimento; • Redução da flexibilidade.


Também existem diferentes tipos de níveis dessa lesão, podendo ser classificado em 3 níveis: Grau 1, quando existe o estiramento mas não a ruptura. O Grau 2, quando existe uma ruptura pequena no tendão. E Grau 3, quando a ruptura é total no músculo.


Como tratar


Normalmente os tratamentos são feitos à base de sessões de fisioterapia, para recuperação muscular, e uso de alguns medicamentos como anti-inflamatórios, apara auxiliar nas dores. Também técnicas como compressa de água fria.


O tratamento deve ser decidido por um profissional ortopedista após analisar os exames de imagem necessários. Após avaliar isto, juntamente com os sintomas e grau da lesão, será decidido o melhor tratamento para o caso.


Para ter acesso a profissionais ortopedistas e fisioterapeutas por um valor abaixo do social, clique aqui e fale com nossa equipe. Oferecemos até 70% de desconto nas melhores clínicas.



25 visualizações0 comentário