COVID-19: segunda onda no Brasil


Como na Europa, a segunda onda da Covid-19 vem tornando-se uma realidade no Brasil.


Nas últimas semanas, houve um aumento no números de casos da doença. A OMS alertou sobre como o número de casos dobraram neste último mês.



Na semana do dia 2 de novembro o número de casos chegaram a 114 mil, enquanto no fim do mês, na semana do dia 26 de novembro, os casos dobraram, atingindo 218 mil infectados.


Outro fator alarmante é o número de vítimas, que tiveram aumento significativo. Na semana do dia 2 de novembro os números chegaram a 2.538 vítimas, enquanto na semana do dia 26, o número foi de 3.876.


É fato que questões regionais e sua maneira de contágio tem influência direta nos números e devem ser levadas em consideração, porém, num quadro geral, a situação é preocupante.


Plano de ação


Neste momento, onde os casos estão aumentando em diversas regiões do país, alguns governos estaduais já estão tomando providências para conter o contágio do vírus.


Para conter esta onda, cada local deve ser avaliado de uma forma diferente antes de decidir suas restrições, levando em consideração a população local, movimentação de pessoas, casos na região, entre outros fatores.



Quanto a festas de fim de ano, eventos e aglomerações para comemoração, estão proibidos. Também é recomendado que se evite viagens, pois a taxa de expansão local e padrão de transmissão do vírus em cada região podem influenciar na movimentação do vírus.


O mais importante é manter os cuidados básicos, como usar máscaras e álcool gel, além de evitar aglomerações e, sempre que possível, manter o distanciamento social.



183 visualizações0 comentário

PrevSaúde ®️  - 2021