Covid-19: Quanto tempo leva para estar imunizado após tomar a vacina?


A vacina chegou, e com ela a esperança de dias melhores, onde a sociedade possa voltar o mais rápido possível à vida normal, caminhando assim, para o fim da pandemia no país e no mundo.


Mas uma coisa que poucas pessoas sabem é o tempo necessário para estarmos imunizados após a vacina. Neste artigo traremos as informações acerca desta questão tão importante.


Num geral, de acordo com os estudos feitos na fase de testes das vacinas que foram desenvolvidas no brasil (Fiocruz e Butantan), o tempo de imunidade levou cerca de duas semanas (após a aplicação da segunda dose) para ser gerado. Neste tempo foi produzido os anticorpos capazes de neutralizar o vírus e impedi-lo de invadir as células.



Como funciona


Para que o corpo fique protegido, o sistema imunológico precisa desenvolver anticorpos neutralizantes, que barram a entrada do vírus nas células do corpo. De modo geral, após duas semanas da vacinação os anticorpos já aparecem, porém, é após 1 mês que se encontram totalmente fortalecidos.


Este é um dado apresentado pelos cientistas envolvidos nas pesquisas, porém pode variar. Segundo os mesmo, o processo de imunização e de produção de anticorpos, podem variar de acordo com o sistema de cada pessoa.


Alguns fatores pode influenciar tanto para a produção mais rápida ou mais demorada dos anticorpos, como a idade e condições de saúde da pessoa. Além disso, uma pequena parte da pesquisa indica uma chance aleatória no processo de imunização, onde os anticorpos podem se encaixar melhor ao sistema da pessoa sem um motivo específico.


Fora os anticorpos, também é produzida a resposta imune celular. Sua função tem como base a produção de uma ação antiviral, atacando as células que já foram infectadas. Geralmente este é um processo que pode levar um pouco mais de tempo para ser criado, comparado à produção de anticorpos.


Efeitos da vacina


Para a Coronavac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan, os tempos para a vacina fazer efeito é na média de 14 dias. O tempo de pausa de uma dose para outra também é o mesmo. No momento o percentual exato de sua eficácia total é incerta.


Já a vacina de Oxford, desenvolvida pela Fiocruz, mediu a eficácia da proteção produzida após tomada a primeira dose, e chegou no resultado de 70%. Porém, esse valor não muda muito de quem tomou apenas a primeira dose para quem tomou as duas, mas o tempo de duração de quem tomar apenas a primeira, é menor.


Independente de qual seja, ambas as vacinas chegaram para ajudar a retomarmos a vida como era antes, e são de extrema importância para o combate à doença.



81 visualizações0 comentário

PrevSaúde ®️  - 2021